• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Centrais sindicais no Pará vão aderir à greve geral do dia 05/12

O principal objetivo é garantir as paralisações nos locais de trabalho. Em Belém,a partir das 10h30, começa a concentração para o ato show na Praça da República, encerrando com caminhada até São Brás

Publicado: 28 Novembro, 2017 - 11h39

Escrito por: Fátima Gonçalves

notice

      Muito piquete nos locais de trabalho logo nas primeiras horas do dia é objetivo principal das centrais sindicais do Pará para garantir o sucesso da greve nacional do próximo dia cinco de dezembro contra a Reforma da Previdência, que deverá ser votada no dia seguinte. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (27) durante uma reunião realizada na sede do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (SindFisco), com a presença de representantes da CUT, CTB, CSB, Intersindical, CSP Conlutas, além de sindicatos e federações.

      A orientação das centrais para os seus sindicatos filiados é que realizem greves nesse dia ou paralisem as atividades nos locais de trabalhos, com piquetes. Em Belém, uma vez garantido o sucesso da greve, será realizado um ato-show na Praça da República, com a concentração marcada para às 10h30. No final do ato, os manifestantes seguirão em caminhada até São Brás.         

      Além da greve, os sindicalistas também estão planejando fazer muita pressão junto aos parlamentares paraenses para que votem contra a reforma, também aproveitando que 2018 é ano de eleição. A mensagem é clara: quem votar a favor da reforma, não vai voltar pra Brasília porque não será reeleito.       

     Uma nova reunião para ajustar as ações já está marcada para próxima quinta-feira (30), às nove horas, no SindiFisco.

    Quanto ao interior do Pará, já está certo que em Marabá, no Sudeste paraense, a 500 quilômetros de Belém, a informação é que os sindicatos e demais entidades decidiram fazer uma aula pública sobre a Reforma da Previdência. A concentração está marcada para às 7h30, na avenida Antônio Maia, no farol, na Velha Marabá.

carregando